Translate this Page
POS GRADUAÇÃO
Por que fazer uma pós-graduação?
Melhorar curriculo
Qualificação Profissional
Busca de oportunidades
Ampliar relacionamentos
Aprofundar conhecimentos
Recolocação no trabalho
Curiosidades
Preencher tempo
Ver Resultados

Rating: 3.3/5 (387 votos)




ONLINE
1






Baixe o Flash Player para executar...

CONSULTORIA ACADÊMICA: 

Professor e orientador para sua vida acadêmica, que propõe dar suporte didático-pedagógico e orientações para que você almeje seus objetivos, de forma prática e rápida.

Existe duas maneiras de chegar a algum lugar. Uma de forma aleatória, com tentativas de acertos e erros; e, outra, orientada e supervisionada por alguém que conhece o caminho das pedras.




 Prof.Dr.Luis Carlos Figueira de Carvalho
Morfologia bacteriana

 As bactérias podem ser encontradas em todos os ecossistemas da Terra e em grande quantidade. Esses Organismos Microscópios são geralmente menores do que 8 micrômetros ( 1µm = 0,001 mm) e possuem uma extraordinária variedade de formas e organizações. Para conhecê-los é preciso ingressar no estudo da Morfologia ou Anatomia das Células Procarióticas.

 As bactérias classificam-se morfologicamente de acordo com a forma da célula e com o grau de agregação. Apesar da grande variedade encontrada foi possível estabelecer as seguintes qualificações anatômicas quanto a forma:

  • Bacilos (bacillus, bacilli) – forma ligeiramente alongada como a de um bastonete, com extremidades hemisféricas. Pode ou não conter flagelos;
  • Cocos (coccus, cocci) – forma relativamente esférica ou subesférica;
  • Espirilo (spirillum) – forma ondulada como a de um espiral;
  • Espiroquetas -alongadas e helicoidais com a forma acentuada de um espiral. Pode ou não conter flagelos em grande quantidade;
  • Vibriões (vibrio) – forma encurvada como um arco ou uma vírgula. Possuem um flagelo numa das extremidades;

 É possível ainda classificar as células procarióticas pelo grau de agregação. Vale lembrar que os bacilos e cocos formam colônias que não aparecem na lista abaixo. Desta forama temos:

  • Diplococos – agrupamentos relativamente esféricos de pares de cocos;
  • Diplobacilos - agrupamentos de pares de bacilos;
  • Tetracocos - agrupamentos de 4 cocos colocados simetricamente;
  • Estreptococos - agrupamento linear de cocos;
  • Estafilococos – agrupamento de cocos em forma de cachos (como e uvas);
  • Sarcinas – agrupamentos de 8 cocos colocados simetricamente;
  • Estreptobacilos - agrupamento de bacilos alinhados em espécies de cadeias;

QUESTÕES

1. Organismo A é um parasita intracelular constituido por uma cápsula protéica que envolve a molécula de ácido nucléico. O organismo B tem uma membrana lipoprotéica revestida por uma parede rica em peptideoglicana que envolvem um citoplasma, onde se encontra seu material genético, constituído por uma molécula circular de DNA. Esses organismos são, respectivamente: a) Uma bactéria e um vírus; b) uma bactéria e um fungo; c) um vírus e uma bactéria; d) um vírus e um protozoário; e) um protozoário e uma bactéria

2. Qual a estrutura bacteriana responsável pelo inicio do processo infeccioso na diarréia infantil? a) Parede celular;   b) Membrana citoplasmática; c) cápsula; d) fimbria; e) flagelo

3. Qual a estrutura bacteriana que mais participa das características morfo-tintorial das bactérias?  a) Parede celular;   b) Membrana citoplasmática; c) cápsula; d) fimbria; e)flagelo

4. A pressão osmótica interna de uma bactéria está entre 5 a 20 atmosfera. A substância responsável pela rigidez da parede celular bacteriana é o (a):   a) lipoproteína; b) lipossacarideos   d) polissacarídeos    d) mucopeptideos ; e) Nucleoproteinas

5. Uma amostra de Escherichia coli é tratada com ácido etilenodiamino-tetracético(EDTA). A primeira lavagem é analisa e demonstrou conter fosfatase alcalina, DNAse e penicilinase. A área anatômica da célula mais provável de ter sido afetada pelo EDTA foi o (a):  a) cromossoma; b)espaço periplasmático c) membrana plasmática; d) espaço mesossomal e) Membrana citoplasmática

6. Os envelopes celulares de bactérias Gram-positivas e Gram-negativas são compostos de macromoléculas complexas. Qual das seguintes afirmativas descreve os envelopes de células Gram-positivas e Gram-negativas? a) Contém uma quantidade significativa de ácido teicóicos; b)  A especificidade antigênica é determinada pelo antígeno polissacarídeos “O”; c) Atuam como uma barreira à extração do complexo cristal-violeta-iodo pelo álcool; d)  Contém os aminoácidos usuais; e)  São barreiras à difusão de grandes moléculas providas de cargas;

7. Em relação aos envelopes celulares de bactérias é correto afirmar: a) O envelope da célula bacteriana consiste, em ambos, em parede e membrana celular: b) O envelope das bactérias Gram-positivas consiste em parede e membrana celular; c)  O envelope das bactérias Gram-negativas consiste em parede e membrana celular; d)  O envelope celular de bactérias Gram-negativas contém moléculas de lipoproteína, lipopolissacarídeos e peptídeoglicana; e)  Todas estão corretas.

8. Em relação aos envelopes celulares de bactérias é correto afirmar: a)  O componente polissacarídeo do lipopolissacarídeo é o antígeno “O”; b)  As bactérias Gram-positivas contém grandes quantidade de ácido teicóico; c)  A parede celular de bactérias Gram-positivas atuam como uma barreira do complexo cristal-violeta-iodo pelo álcool; d)  Grandes moléculas providas de cargas não difundem livremente através da membrana citoplasmática; e)  Todas estão corretas.

9. As bactérias Gram-positivas, diferem das Gram-negativas: a) pela presença da peptídeoglicana; b pela ausência da membrana externa; c) pela presença dos antígenos polissacarídeos “O”; d)  pela ausência do N-acetil murâmico na parede celular; e) pela ausência de ácido teicóico.

10. As bactérias Gram-negativas, diferem das Gram-positivas: a) pela presença da peptídeoglicana; b pela presença da membrana externa; c) pela presença dos antígenos polissacarídeos “O”; d) pela ausência do N-acetil murâmico na parede celular; e)  pela presença de ácido teicóico.

11. Na coloração de Gram, as bactérias Gram-positivas: a) Não são descorados pelo álcool-acetona; b) Fixam o corante de Gram; c) Coram-se de ROXO e formam o complexo cristal-violeta-iodo; d) A fucsina impregna a parede celular juntamente com o violeta; e)  Todas estão corretas

12. Em algumas cianobactérias (antigamente conhecidas como algas azuis), as membranas fotossintéticas quase sempre formam estruturas em múltiplas camadas denominadas: a)Iilacóides; b) mesossomos;  c) membrana externa; d) multissomos; e) Mucopeptídeos

13. A remoção da parede celular bacteriana em meio osmoticamente protetores liberam protoplastos e esferoplastos, respectivamente  de bactérias: a) Gram-positivas e Gram-negativas;  b) Gram-negativas e Gram-positivas; c)BAAR-positivo e BAAR-negativo d) BAAR-negativo e BAAR-positivo; e)Gram-negativas e BAAR-Positivas

14. A célula bacteriana tem afinidade por: a) Somente corante ácido; b) Somente corante básico; c) Pela combinação de corantes ácidos e básicos;  d) Somente por corantes neutros;  e) Pela combinação de corantes ácidos, básicos e álcool a 95º

15. A estrutura que mantém a forma bacteriana é: a) Cápsula;  b) Parede; c) Membrana; d) Mesossomo; e) Nucleoproteina

16. Em relação à morfologia, as bactérias com as formas esféricas, de bastão, em cachos de uva e em colar, denominam-se, respectivamente: a) cocos, bacilos, estafilococos e estreptococos; b) Cocos, espirilos, estafilococos e estreptococos; c)  Cocos, bacilos, estreptococos e estafilococos; d) Cocos, sarcinas, estreptococos e estreptococos; e) Bacilos, cocos, estreptococos e estafilococos

17. Com relação as fimbrias, é correto afirmar: a) Exercem função “sexual”,  de  aderência e antigênica; b) Exercem função somente sexual; c) Exercem função somente de aderência; d) É encontrada em todas as bactérias que aderem e) Nenhuma das resposta.

18. As bactérias são diferenciadas pela: a) Morfologia e bioquimica; b) Características morfológicas e genéticas; c) Necessidades nutricionais e fonte de energia; d) Atividades bioquímicas; e) Todas estão corretas

19. São características das células procarióticas: a) Não apresentam carioteca; b) O DNA é do tipo circular ou apolar; c) Não apresentam organelas circuladas por membrana; d) Apresentam parede cellular de peptídeoglicana; e) Todas estão corretas

20. São componentes citoplasmáticos das bactérias: a) Grânulos de polissacarídeos;  b) Grânulos de enxofre e magnetossomos; c) Inclusões lipídicas; d)  Carboxissomos e vacúolos de gás; e) Todas estão corretas

21.Em relação a parede celular de bactérias Gram-positivas, podemos afirmar: a) Circunda a membrana plasmática e protege a célula das alterações na pressão de água; b) Consiste de peptídeoglicana, um polímero composto de NAG e NAM e cadeias curtas de aminoácidos; c) A penicilina interfere com a síntese de peptídeoglicana; d) Consiste de muitas camadas e também contém ácidos teicóicos; e) Todas estão corretas

22. São funções da membrana citoplasmática de procariotos: a) Permeabilidade seletiva e transporte de solutos; b)  Transporte de elétrons e fosforilação oxidativa em espécies aeróbias, análogo funcional da membrana mitocondrial; c) Excreção de exoenzimas hidrolíticas - função de degradar macromoléculas em  subunidades; d) Biossíntese - sede de enzimas para formação da parede celular e de lipídios transportadores; e) Todas estão corretas

23. Em relação a estrutura das bactérias Gram-negativas, é incorreto afirmar: a) Possuem uma membrana externa de lipoproteína-lipopolissacarídeo-fosfolipídeo(LPS), circundando uma fina camada de peptídeoglicana; b) A membrana externa protege a célula da fagocitose e da penicilina, lisozima e outras substâncias químicas; c) As porinas são proteínas que permitem às moléculas pequenas passar através da membrana externa; d) proteínas específicas permitem que outras moléculas não se movam através da membrana externa; e) O componente lipopolissacarídeo da membrana externa consiste de açúcares (polissacarídeos O) que atuam como anticorpos e de lipídeo A, que é uma exotoxina;

24. Em relação a estrutura do glicocálise das bactérias, podemos afirmar: a) Refere-se cápsula , camada viscosa ou polissacarídeo extracelular; b) É um polissacarídeo gelatinoso e/ou revestimento polipeptídico; c) As cápsulas podem proteger os patógenos da fagocitose; d)  As cápsulas permitem a adesão a superfícies, impedem o ressecamento e podem fornecer nutrientes; e)Todas estão corretas;

25. Em relação aos flagelos, é incorreto afirmar: a)  São apêndices filamentosos relativamente longos consistindo de um filamento, alça e corpo basal; b) Os flagelos procarióticos rotam para empurrar a célula; c) São responsáveis pela taxia em bactérias; d) Taxia negativa é um movimento em direção a um atraente, e taxia positiva é um movimento para longe de um repelente; e) Proteína flagelar (H) atua como um antígeno;

26. Estruturas filamentosas, de natureza protéica, responsáveis pela locomoção bacteriana:  a) Flagelos; b) Fimbrias; c)Cápsulas; d) Mesossomos; e) Todas estão corretas

27. Em relação a estrutura das fimbrias, podemos afirmar: a) São apêndices superficiais rígidos compostos de proteínas (pilinas); b) São considerados antígenos de colonização; c) São responsáveis pela aderência das bactérias às células hospedeiras; d) Promove a fixação das células doadoras e receptoras na conjugação bacteriana; e)Todas estão corretas;

28. Os esporos são forma de resistência das bactérias, que modificam o seu metabolismo em em condições adversas ao crescimento (falta de nutriente e de água). O material genético fica protegido por uma espessa camada de sais minerais, rico em: a) Dipicolinato de sódio e potássio; b) Carbonato de cálcio; c) Clorohidrato de potassio e cálcio; d) Cloreto de sódio; e) Hidrato de carbono;

29. Quais as estruturas bacterianas responsáveis pelas seguintes funções:

a) Manutenção da forma: ......................PAREDE CELULAR

b) Captação de cátions(++): ..................CAPSULAS

c) Transporte de eletrons: ......................CITOCROMOS OXIDASE

d) Transporte seletivo: ...........................MEMBRANA CITOPLASMÁTICA

e) Fixação: .............................................FIMBRIAS

f) Motilidade: ........................................FLAGELOS

g) Conjugação: ......................................PILI

i) Síntese protéica: ................................RIBOSSOMOS

j) Transcrição/tradução: ........................DNA/RNA

k) Resistência à dessecação: ..................ESPOROS

29. Cite as diferenças entre a parede das bactérias Gram-positivas e Gram-negativas

Característica

Gram +

Gram -

Composição

Entre 2 ácidos murâmicos da PC há um tetrapeptídeo. Um ácido teicóico está presente.

Entre 2 ácidos murâmicos da PC há um tetrapeptídeo

Espessura

 20nm

 10 nm

Amino ácidos

Pouco

Muito

Lipídeos

 2%

 20%

Peptoglicano

90% (muitas camadas)

 5-10% (1-2 camadas)

Polissacarídeo

Pouco

Muito

Formam

Protoplastos

Esferoplastos

 

 30. Relacione uma coluna com a outra levando em consideração as características dos grânulos citoplasmáticos das bactérias

A)

Grânulos de polissacarídeos

(        )

Glicogênio e amido

B)

Grânulos de enxofre

(        )

São utilizados como reserva de energia

C)

Inclusões lipídicas

(        )

Encontradas em Mycobacterium, bacillus.

D)

Carboxissomos

(        )

Contêm a enzima ribulose 1,5-difosfato carboxilase

E)

Vacúolos de gás

(        )

Flutuação

F)

Magnetossomos

(        )

Contêm óxido de ferro

 

31. A parede celular das bactérias é quimicamente constituída de peptídeoglicana. Qual o significado deste achado para a medicina?  RESP= É a base para caracterização da bactéria, importante no diagnóstico das doenças infecciosas e no mecanismo de ação dos antibióticos.

32. As fimbrias são estruturas protéicas responsável pela adesão. Qual a relação que existe entre este fato e a diarréia infantil?  RESP= A adesão é o primeiro processo da infecção, onde a bactéria se instala e coloniza a mucosa intestinal, produzindo os seus efeitos deletéricos

33. Bactérias não possuem mitocôndrias, no entanto respiram.Qual a estrutura bacteriana que aloja o sistema de citocromos  responsável pela respiração?  RESP= Membrana citoplasmática

34. O que diferencia, no nível de estrutura, uma bactéria Gram-positiva de Gram-negativa? RESP= A presença da membrana externa somente nas bactérias Gram-negativas

35. Comente o efeito da penicilina sobre a parede celular bacteriana, correlacionando-o com a reação tintorial de Gram. RESP= A penicilina agem sobre a parede celular, causando ruptura e conseqüentemente altera todas as características morfotintorial observada na coloração de Gram.

36. As cápsulas são envoltório de polissacarídeos das bactérias, que para os médicos a sua função é  de antigenicidade e de dificultar à fagocitose em um processo da defesa imunológica. No entanto, para a biologia da bactéria esta estrutura tem a função de: .........................................  RESP= Captação de cátions bivalentes, tais como calcio e magnésio

37. Diferencie Cápsula do Glicocálise. RESP = CÁPSULA =  camada condensada e bem definida que circunda a célula.     contribui para capacidade de invasão das bactérias patogênicas; GLICOCÁLICE =  Rede frouxa de fibrilas que se estende para fora da célula.  desempenha papel na aderência

38. Cite algumas funções da membrana plasmática. .RESP=A membrana citoplasmática bacteriana é uma barreira responsável pela separação do meio interno e externo da célula. Ela atua em diversas funções como transporte de solutos de maneira altamente seletiva, produção de energia por transporte de elétrons e fosforilação oxidativa, participa da biossíntese de várias macromoléculas componentes de estruturas externas à membrana, está envolvida na secreção de várias substâncias e também na duplicação do DNA, visto que algumas proteínas do complexo de duplicação de DNA estejam na membrana plasmática.

39. O que são mesossomos e quais suas funções? RESP = São estruturas especializadas formadas por invaginações múltiplas na membrana plasmática. Eles podem atuar como fusos no processo de divisão da célula eucariótica, no caso dos mesossomos septais, separando os dois cromossomos e conduzindo-os aos pólos da célula. Já no caso dos mesossomos laterais, eles parecem ter como função concentrar enzimas envolvidas no transporte eletrônico, conferindo à célula maior atividade respiratória ou fotossintética.

40. Qual a principal função da parede celular? RESP = A principal função da parede celular é a manutenção da forma bacteriana atuando de forma a anular a elevada pressão osmótica do interior das bactérias e impedir a sua lise.

41. O que é o espaço periplasmático? RESP=É o espaço compreendido entre as membranas externa e plasmática. Ele é preenchido por peptideoglicano, por enzimas hidrolíticas responsáveis pela quebra de macromoléculas, às quais a membrana plasmática é impermeável, por enzimas capazes de inativar drogas, tornando a célula resistente a elas e por proteínas transportadoras de solutos.

42. O que é a cápsula bacteriana e qual sua função? RESP= A cápsula é uma camada que fica ligada à parede celular como um revestimento externo de extensão limitada e estrutura limitada e estrutura definida. Ela pode atuar garantindo maior capacidade invasiva de bactérias patogênicas, maior aderência pela presença de receptores específicos, aumento da resistência microbiana a biocidas e reservatório de água e nutrientes, por ser formada por macromoléculas muito hidratadas.

43. O que são fímbrias? Qual sua importância na célula? RESP=Fímbrias são apêndices filamentosos protéicos, menores, mais curtos e mais numerosos que os flagelos. Eles podem funcionar como sítios receptores de bacteriófagos e como estruturas de aderência às células de mamíferos e a outras superfícies. Podem funcionar também como porta de entrada de material genético durante a conjugação bacteriana , sendo chamados neste caso de fímbria sexual.

44. Comente sobre os plasmídios.. RESP= São pequenas moléculas circulares de DNA extracromossomal, cujos genes não determinam características essenciais, porém, muitas vezes, conferem vantagens seletivas às células que às possuem. Os plasmídios são capazes de autoduplicação independente da replicação cromossômica e podem existir em número variável.

45. Qual a principal função dos grânulos e qual sua vantagem para a célula? RESP= A função dos grânulos é quase sempre de substância de reserva e subunidades de macromoléculas para compor outras estruturas celulares. Os grânulos proporcionam grandes vantagens à célula porque o armazenamento de substâncias na forma de polímeros insolúveis permite o acúmulo de reservas sem elevar a pressão osmótica interna da célula.

46. Comente sobre os esporulos e a esporulação?RESP=Os esporos são formas de resistência das bactérias, tais como Bacullus (aeróbia) e Clostridium (anaeróbia) . O Clostridium tetane causa o tétano, o Clostridium botulino causa botulismo e o Clostridium perfringes, doenças de pele. A transformação da forma vegetativa para a de esporo dura aproximadamente 6h. Resistente ao calor e ao ressecamento. Produzido intracelularmente. Localização: central, terminal e sub-terminal. Formação: Cerne ou protoplasto: Cópia completa do material genético. Parede, córtex, capa e exospório.

47. Como se classificam as bactérias pela presença de flagelos? RESP=As bactérias podem ser atríquias, quando não têm flagelos; anfitríquias, quando têm flagelos dos dois lados; peritríquias , quando os flagelos envolvem toda a bactéria e lofotríquias, quando os flagelos saem apenas de uma região definida.

48. Comente sobre as formas fundamentais das bactérias.   RESP= A) Arredondadas - COCOS; B) Alongadas - BACILOS; C) Onduladas/helicoidais: ESPIRILO, VIBRIÃO, ESPIROQUETA. As formas não são constantes, podendo variar de acordo com o meio e com o tipo de associação. Geralmente, uma mudança de forma decore da perda da parede celular (PC). Tal mudança pode ser classificada em:Involução: mudança de forma devido a condições desfavoráveis, como mudança de pH ou oxigênio, por produtos tóxicos etc. Pleomorfismo: mesmo em condições favoráveis à sua sobrevivência, a bactéria não apresenta morfologia única, como o Mycoplasma

49. Classifique os cocos quanto ao plano de divisão. 21.  RESP =  A) Diplococos: por divisão binária simples. Ex: Meningococos, Gonococos e Pneumococos; B)  Estreptococos: por divisão binária e posterior escorregamento, podendo associar-se; C) Tétrades: associação decorrente da divisão em 2 planos perpendiculares entre si; D) Estafilococos: associação por divisão irregular.

50. Classifique os BACILOS quanto ao plano de divisão. 22.  RESP = A) Diplobacilo: vale a mesma definição apresentada acima; B) Estreptobacilo: vale a mesma definição apresentada acima; C) Em Paliçada: associação lado a lado, em níveis diferentes, decorrente de deslizamentos. Exemplos: a bactéria causadora de tuberculose (bacilo de Koch) do gênero Mycobacterium e a bactéria responsável pela hanseníase. Esta gosta de temperaturas um pouco mais baixas que a corpórea, e por esta rasão, os principais materiais para coleta são a linfa e pele de extremidades; D) Em letras: a associação lembra a forma de letras chinesas. Ex: bacilo o gênero Conybacterium, causador da difteria.

ATIVIDADES  PRÁTICAS

51. Quais as principais medidas de biossegurança a ser tomada na realização deste exame? Resp= Cuidado para não expor os líquidos biológicos (amostras) com a pele e mucosa, utilizar equipamentos de proteção individual, tais como luvas, mascaras, aventais, gorro, etc.,

52. Para que serve uma preparação em gota pendente? Ela oferece alguma indicação sobre a viabilidade de uma cultura. RESP= Serve para observar formas vivas de microrganismos, tais como trofozoitos de protozoários e bactérias moveis

53. Citar alguns cuidados, a serem tomados para execução satisfatória do exame a fresco? Resp= Cuidado para não expor os líquidos biológicos (amostras) com a pele e mucosa, utilizar equipamentos de proteção individual, tais como luvas, mascaras, aventais, gorro, etc.,

54. Quais as limitações do exame a fresco? RESP= Não se observa detalhes das estruturas celulares

55. A coloração simples se presta a identificação de uma cultura mista de microrganismos? Que observações poderiam ser obtidas? RESP= Na coloração simples observa-se apenas algumas formas e estruturas, não serve para identificar as bactérias, sendo necessários outras informações

56. Qual a aplicação da coloração simples no Diagnóstico Laboratorial de doenças infecciosas? RESP= É utilizado no diagnóstico de doenças causadas por protozoários, tais como MALÁRIA, DOENÇAS DE CHAGAS, LEISHMANIOSE, e por fungos (micoses)

57. Cite exemplos de Doenças Infecciosas e seu agente infecioso que são diagnosticados seguramente pela uma coloração simples? Resp=MALÁRIA (Plasmodium sp) , DOENÇAS DE CHAGAS (Trypanosoma cruzi) , LEISHMANIOSE (Leishmania donovani) , e por fungos (Trichophyton, Epidermophyton e Microsporum)

58. Cite alguns cuidados, a serem tomados para a execução satisfatória da coloração simples. RESP= Seguir as normas de biossegurança

59. A coloração de Gram possibilita caracterizar as bactérias quanto ao comportamento tintorial (Gram-positiva e Gram-negativa), morfologia (cocos, bacilos, espirilos) e arranjo (em cacho, em cadeias, aos pares). Qual o significado destas informações para a medicina? RESP=  É importante por que auxilia no diagnóstico e tratamento das doenças infecciosas

60. Um técnico de laboratório ao fazer a coloração de Gram, sempre esquece de descorar com alcool-acetona, como o biólogo pode constatar este erro laboratorial ao observar no microscópio uma amostra de Escherichia coli? RESP= As bactérias apresentam características morfotintorial distintas do padrão observado, como por exemplo a Escherichia coli que é classicamente uma bactéria Gram-negativa ( cor vermelha), neste caso apresenta-se de cor ROXO

61. A coloração de Gram exerce alguma importância em diagnósticos clínicos de bactérias isoladas de infecções humanas e animais? Citar pelo menos um exemplo. Resp= SIM, Algumas bactérias, tais como a NEISSERIA, apresenta características peculiares. Assim o achado de diplococcus Gram-negativos, intra e extra celulares em secreções pode sugerir uma GONORRÉIA, no caso da secreção uretral, ou uma MENINGITIDE, no caso do material for um LIQUOR.

62. Sendo o Gram um método de coloração diferencial, como esta reação pode ser empregada para a verificação do estado de pureza de uma determinada cultura? RESP = A realização periódica do exame de uma cultura pura demostra que todas as colônias apresentam a mesma característica morfo-tintorial

63. Comente a frase: “Uma bactéria Gram-negativa pode tornar-se Gram-positiva, dependendo do tempo de incubação da cultura, mas o inverso não é verdadeiro”. RESP = A característica tintorial de Gram-negativa é devido a presença da membrana externa, que pode ser perdida em certas condições de cultivo desfavorável, fazendo com que a bacteria apresente característica de Gram-positiva (roxa), mas o contrário não é possível porque uma bactéria Gram-positiva jamais adquire a membrana externa, ou seja, uma vez, Gram-positiva, sempre Gram-positiva.

64. Considere as etapas da coloração de Gram: Etapa 1: Corar com sol. cristal-violeta; Etapa 2: Descorar com alcool-acetona;  Etapa 3: contracorar com Fucsina.  Quatro acadêmicos de Enfermagem fizeram a coloração de Gram em um esfregaço de cultura mista contendo um germe Gram-negativo (E.coli)  e Gram-positivo (S.aureus), e encontraram o seguinte resultado:

 

Escherichia coli

Staphylococcus aureus

Acadêmico 1

bacilos vermelhos

Cocos vermelhos

Acadêmico 2

bacilos incolor

cocos  roxo

Academico 3

bacilos vermelhos

cocos roxo

Acadêmico 4

bacilos roxo

cocos roxo

Discuta os resultados indicando em cada situação, as etapas que não foram executadas e qual o acadêmico que acertou o diagnóstico

65. Descreva os métodos de observação microscópica de bactérias ( exame a fresco e coloração). RESP=  Existem dois métodos gerais utilizados para preparar espécimes microbiológicas para observação de microrganismos por meio do microscópico luminoso. Técnica entre lâmina e lamínula e gota pendente - utiliza uma suspensão de microrganismos vivos em uma gota ou uma camada líquida. Estas preparações (a fresco) são especialmente úteis quando a estrutura de um microrganismo pode ser distorcida pelo calor ou agentes químicos, ou quando o microrganismo não se cora facilmente. Técnicas de Coloração - a camada fina do espécime é seca e corada, assim os microrganismos ficam fixados à superfície e apresentam-se corados para facilitar a visualização. Usadas para mostrar as várias estruturas dos microrganismos, para identificar e separar suas estruturas internas e para ajudar a identificar e separar microrganismos similares. Coloração Simples - a coloração de microrganismo com uma única solução de corante; ex: azul de metileno para leveduras, ou bolores. Coloração de Gram - neste processo, o esfregaço bacteriano é tratado com os reagentes na seguinte ordem: o corante púrpura cristal violeta, a solução de iodo (substância que fixa o corante no interior da célula), o álcool (remove o corante de certas bactérias) e o corante vermelho safranina.

66. Um técnico de laboratório ao fazer a coloração de Gram de um esfregaço,  esquece de descorar com alcool-acetona, como manda a técnica. Assinale a opção correta referente à situação: a) As bactérias Gram-negativas serão observadas de cor roxa (violeta); b) As bactérias Gram-negativas serão observadas de cor vermelha (fucsina); c) As bactérias Gram-positivas serão observadas de cor vermelha (fucsina); d) As bactérias Gram-positivas ficarão incolor; e) As bactérias Gram-negativas ficarão incolor

67. Um biólogo ao fazer a coloração de Gram de um esfregaço, esquece de descorar com alcool-acetona. Desta forma, ao examinar um cultura de Escherichia coli (bacilos) e Staphylococcus aureus (cocos), ele certamente vai observar: a)Bacilos vermelhos e cocos vermelho; b) Bacilos azul e cocos vermelho; c) Bacilos vermelhos e cocos azul; d) Bacilos roxo e cocos roxo; e) Todas estão corretas

68. Uma aluna ao fazer a coloração de Gram de um esfregaço,  esquece de descorar com alcool-acetona, como manda a técnica. Assinale a opção correta referente à situação: a) As bactérias Gram-negativas serão observadas de cor roxa (violeta); b) As bactérias Gram-negativas serão observadas de cor vermelha (fucsina); c) As bactérias Gram-positivas serão observadas de cor vermelha (fucsina); d) As bactérias Gram-positivas ficarão incolor; e) As bactérias Gram-negativas ficarão incolor; Ä Todas estão corretas

69. A base da coloração de Gram é: a) A parede celular de bactérias Gram-positivas atua como uma barreira à extração do complexo cristal-violeta-iodo pelo álcool;  b) A parede celular de bactérias Gram-negativas atuam como uma barreira à extração do complexo cristal-violeta-iodo pelo álcool; c) A membrana citoplasmática atuam como uma barreira à extração do complexo cristal-violeta-iodo pelo álcool; d) Não há formação do complexo cristal-violeta-iodo em bactérias Gram-positivas; e) todas estão corretas.

70. O teste de intumescimento é preparado para identificação de bactérias capsuladas. È baseada em:  a) Absorção de água pelo higroscópico polissacarídeo capsular; b) Aumento da visualização da cápsula após a adição de antissoro específico; c) aumento da coloração da cápsula quando se adiciona azul de metileno; d)  coloração específicde polissacarídeo com Sudan Negro; e)  Aparecimento de cor vermelha no meio após adição do reagente de intumescimento;

71. Os grânulos metacromáticos visualizados na técnica de coloração de Albert é um indicativo da presença de quais das seguintes bactérias: a) Corynebacterium diphtheriae; b) Staphylococcus aureus; c) Streptococcus pyogenes; d) Neisseria gonorrhaea; e)  Treponema palidum;